2.2.15

Situações insólitas

A partir do momento em que a governanta da minha residência (que é funcionária pública) diz a uma das empregadas (a mais nova em termos de longevidade a trabalhar aqui) que limpa demais e que tem que começar a olhar mais para o lado (e a pobre coitada da empregada diz que não consegue fazer isso), faz-me pensar que (na função pública pelo menos) os papéis de quem manda e de quem é mandado estão invertidos, por vezes.
Muitas das vezes quem manda, impede quem é mandado de se esforçar a 100% e isso é triste.

4 comentários:

silvestre disse...

somos muito mal mandados é verdade. as chefias são do piorio.

João disse...

Era avisares a governanta que lhe ias colocar um processo em cima por estar a desviar a outra, isso é má conduta profissional. ^^

AdamWilde disse...

@João, pois, isso seria muito bonito se eu não tivesse que ficar cá a viver durante, pelo menos, mais 3 anos. Já vi como é que ela pode ser para algumas pessoas e quero é ter sossego para estudar.

N a m o r a d o disse...

Mas podia fazer-se tanto...