9.2.15

Donzela em apuros

Vocês sabem que eu odeio insectos, vá, bicharocos no geral, mas, quando uma donzela está em apuros, um homem tem que por de parte os seus medos e salvá-la, não é verdade?
Pois bem, estava eu na cozinha com uma rapariga e eis que ela me desata aos gritos! Eu assustei-me, porque, do nada, ela começou a gritar e eu não estava a perceber o que era. Era uma aranha! UMA ARANHA! EU ODEIO ARANHAS! Por pouco não tive a mesma reacção que ela, mas deixei a minha bicha interior de lado e saquei do meu lado machão e disse para ela não se preocupar: peguei num papel e apanhei a aranha. Pronto, simples assim.
Ew, mas eu odeio aranhas, tanto, mas tanto, valha-me deus, nem sei como não fugi dali...
Oh well, valeu a pena pelo facto de ela me dizer que tinha sido o herói dela e quando ela soube que eu não gostava de aranhas ainda ficou mais agradecida. Tinha tido mais piada se fosse um menino jeitoso e se depois fossemos para o nosso castelo, ser felizes para sempre (tipo Super Mário, mas sem a maçada de ter que salvar a princesa todos os dias).

3 comentários:

João disse...

Somos dois, tenho pavor desses bicharocos! :o

Aparecem sempre pela calada! :P

Ricardo Costa disse...

Estivesse lá eu e teria te salvo desse bicho monstruoso com pernas fininhas xD Não tenho medo :)

N a m o r a d o disse...

lololol vá lá não ter gritado e saltado para o colo dela :PPPPP