29.12.14

27.12.14

Exames, exames, exames

Chumbei a duas cadeiras no ano passado, por desleixo. A minha tia já me disse para ter atenção e não fazer o mesmo que fiz no ano passado, porque os meus pais não têm dinheiro para me pagar mais um ano...
Este ano, tenho o estudo adiantado (em comparação com o ano passado e com as minhas amigas) e tenho medo de chumbar a alguma cadeira, coisa que nunca tive no ano passado. -.-'

20.12.14

16.12.14

Hoje é um daqueles dias em que precisava de ter alguém que ouvisse todas as minhas queixas sobre a má vontade das pessoas e a sua estupidez, que me deixasse descarregar toda a minha frustração, que não ficasse chateado por eu estar a falar alto e de mau humor e que no fim me puxasse para si e me desse um abraço apertado seguido de um beijo...

12.12.14

The perks of living here

Viver numa residência universitária (pelo menos, como esta, em que fazemos questão de nos conhecer e dar bem) é como viver numa aldeia pequenina (como a minha, vejam lá a sorte que tenho), isto é, uma pessoa faz uma coisa, outra pessoa vê e fica logo toda a gente a saber. 
Já vieram algumas pessoas a este quarto e nunca ninguém soube, ontem, alguém viu e pronto... 

9.12.14

Remoer cenas

Sou aquele tipo de pessoa que fica a remoer sobre coisas parvas.
Por exemplo:

A minha faculdade tem uma biblioteca dedicada ao meu curso (como tem para outros) e a bibliotecária deixou-me ficar com um livro desde quinta-feira até hoje. Isto é importante, porque as requisições ali são apenas de um dia para o outro. Acontece que eu hoje quero aproveitar o fim de tarde e a noite para estudar, bem como a manhã de amanhã e precisava do livro. Na biblioteca havia mais livros deste, só que edições mais antigas. Como já tinha ficado tanto tempo com o livro, a senhora não me quis deixar levar e disse para eu levar outra edição. Fui ver as edições mais antigas e a parte que estou a estudar está um pouco mais confusa ali, pelo que pedi a uma amiga minha para o requisitar por mim. A senhora soube e disse à minha amiga (que me contou depois): "sabe que não pode requisitar livros para os seus amigos, não sabe? Sei, mas isto é para mim...".

Agora ando aqui a pensar que não deveria ter tentado enganar a senhora, que tem sido simpática para mim, só que eu preciso do livro e se estou a estudar por esta edição, porque raio tenho que levar outra? Se em 4 horas que o livro esteve na biblioteca nenhum dos 200 e tal alunos do meu curso, do meu ano, o lá foi buscar, duvido que lá fossem depois. Enfm...
Começar mas é a tirar fotocópias aos capítulos que preciso, porque estou a ver que requisitar livros ali não dá com nada!

8.12.14

Sabem o que é que era mesmo giro?

Perguntarem-me de que equipa de Hogwarts é que sou, em vez de me perguntarem se sou activo ou passivo.
Isso, ou qual dos doutores prefiro: se o 10º, o 11º ou o 12º.
Mas o sexo é uma coisa fundamental e há quem não veja mais longe que isso (e a carne também é fraca).

6.12.14

Há pessoas que se queixam que o seu feed de notícias é constantemente invadido por publicações: posts, notícias, vídeos, coisas que gosto, que queria ter... tudo actividade minha.
Pois bem, só gostava que, na altura de me oferecerem prendas essas pessoas fossem consultar o meu Facebook, em vez de me darem coisas... enfim.

3.12.14

Respostas que se impõem!

Lembram-se desta pergunta pertinente? Pois bem, eu sei que a pergunta era feita para um local em casa, mas esqueçam, a pergunta estava mal feita desde o início. No domingo, quando vinha para Lisboa de comboio, à minha frente ia um senhor a cortar as unhas.
Portanto, o comboio é um bom sítio para cortar as unhas... aparentemente. (estranhamente, só cortou as de uma mão...)


Cenas que a gente disse

O amor é sobrevalorizado.
Andamos uma vida inteira à procura dele e não sabemos aproveitar quando o temos (porque criámos imagens daquilo que devia ser e isso acaba por não corresponder à realidade). Ou só lhe damos valor quando já não o temos.

Desabafo #2

No final do filme A minha namorada tem amnésia, a namorada do título, depois de ter sido conquistada pelo Adam Sandler, tem que ver um VHS todas as manhãs, para se lembrar de quem é, de onde está e de com quem está.
Sinto que tenho que fazer o mesmo... Não porque tenho amnésia, mas porque tendo a esquecer certas coisas propositadamente e depois volto sempre a cair nos mesmos erros, por achar que isto me faz bem e que desta vez é diferente. Mas não, não é diferente e eu só me estou a enganar a mim próprio.

1.12.14

Desabafo

Odeio chegar ao fim do dia e ter de o declarar como um dia muito pouco produtivo. Amanhã será outro dia, mas o tempo está a esgotar-se e os exames estão quase aí.