1.7.14

É a minha mãe

Adoro o facto de a minha mãe conseguir perceber quando eu estou mais em baixo, só por me ouvir ao telefone. Adoro, mas confesso que me assusta um pouco (tenho um problema em falar dos meus sentimentos com outras pessoas...).
E adoro também o facto de ela me encorajar a não desistir e que já falta pouco para chegar ao fim, o próximo ano é outro ano e os erros que cometi neste não os posso cometer no outro, mas, para o bem ou para o mal, ela estará lá.
Era tudo o que precisava de ouvir hoje.

3 comentários:

Horatius disse...

Olha, eu ficaria seriamente assustado se isso acontecesse. Já tive péssimos momentos (como todos nós), e acho que a minha mãe não se apercebeu! E ainda bem. Nessa altura não estou com grande disposição para falar e para dar justificações...

AdamWilde disse...

Ela percebe porque está relacionado com a faculdade e eu vou contando algumas coisas... Mas em relação a outras coisas, eu não deixo transparecer isso cá para fora.

N a m o r a d o disse...

Quem tem uma mãe tem tudo! E é nos momentos menos felizes (ou maus) que vemos isso mesmo. Nunca desistas de "ter" mãe porque elas fazem tudo por nós.