24.5.14

"Devias ser mais espontâneo"

Hoje passei o dia fechado na biblioteca a estudar para tentar salvar o semestre, como qualquer aluno que se preze. Por ter passado o dia lá fechado, quando vim para casa não aguentava aqui estar, pelo que mandei uma sms a umas amigas (como já sei o que a casa gasta, mando logo a várias).
Uma respondeu.
O que me apetecia era ir aproveitar o resto do sol e apanhar ar, que estava mesmo a precisar. Fomos à baixa. À saída do metro, estava um grupo a tocar música africana, muito mexida e fantástica para dançar e ela perguntou, Vamos dançar, ao que eu respondi, Não me apetece. Depois, discorreu sobre como precisava de novos amigos que fossem mais espontâneos e que não tivessem medo de fazer figuras parvas de vez em quando.
Fomos até ao Terreiro do Paço, falámos imenso, vimos imensos espanhóis (há com cada hermano más guapo, que valha-me nossa senhora!) e o tempo passou-se. Quando estávamos a vir embora eu diss, Vamos ao McDonalds, e ela respondeu, Tu e o McDonalds, Então, onde queres ir, queres ir ao nepalês, perguntei. Bora!, respondeu, mas a sério?, Sim, vamos, devolvi.

E lá fomos. Saímos em Alvalade, achámos a Avenida Brasil, e procurámos o "Monte Everest". chegamos a faltar 10 para as 10 e 15 minutos depois, sentámo-nos. Já lá tinha ido e já tinha saudades! Adoro o Chicken Mango e o Garlic coiso (o pão deles), com aqueles molhos e tal... Opah, comi tanto, que no final, estava a acabar de comer e com um sono desgraçado! Ainda agora estou, que nem vontade tenho de lavar os dentes, apetece-me sair daqui e arrastar-me para a cama, nem tirava a roupa nem nada (era nesta altura que dava jeito ter alguém para me despir e enfiar na cama... Nem era preciso vestir pijama, que eu durmo de boxers. Vejam lá, que eu nem dou muito trabalho!).

Enfim, que tal isto para início de uma vida mais espontânea?

3 comentários:

Sérgio disse...

é só vantagens :p
vais ver que aparecem já candidatos

Kyle Phillipe disse...

Umas loucuras saudáveis não fazem mal a ninguém ^^

Namorado P.S. disse...

Isso do ser espontâneo tem muito o que se lhe diga.