27.4.14

Isto chateia-me

Quero começar este post por dizer que não a criticar ninguém. Este post reflecte apenas o meu ponto de vista. 
[Eu ia escrever um post bonitinho, mas apaguei o que escrevi porque não estou com paciência e prefiro ser directo.]

Gente, vamos lá a ver se nos entendemos: eu não posso pensar sequer em começar uma relação mais profunda, quando nos conhecemos na semana passada no manhunt ou onde quer que seja, ok? Se nem sequer ainda nos encontramos pessoalmente...! Epah, não sei, chateia-me isto!
E depois, chateia-me dizerem-me "Não posso construir algo contigo assim", quando eu digo que tenho estudar, quando tento marcar um café a meio da semana e ele só pode aos fins-de-semana e eu no próximo não estou cá.
Opah, sou eu que ando a ver demasiados filmes ou é preciso conhecermo-nos minimamente bem, antes de sequer começar pensar se gostamos ou não da outra pessoa? Acho que hoje está tudo com demasiada pressa e isso chateia-me, a sério que sim!

5 comentários:

Miguel R disse...

Apaixonares te é possível, mas a verdade é que tens de te querer apaixonar.
Seja por fulano ou Beltrano, pode ser o gajo mais maravilhoso do mundo e podem sair juntos há uma eternidade e ele pode-te dar o maior mole do planeta, que se tu não estiveres prai virado - que, não me leves a mal, é o que me dás a entender pelos ultimos posts - , vai-te parecer tudo escusado e apressado xD

E depois ainda há todo aquele prisma em que depende muito de onde "encontres" as pessoas.
se estiveres num site de relacionamentos online - hetero ou gay é tudo o mesmo - há toda uma pressa inerente, as pessoas ou querem sexo ou querem um romance instantâneo, e vão te pedir por ele..

AdamWilde disse...

Sim, isso é verdade, tenho de me querer apaixonar, e também depende do sítio onde encontre as pessoas, mas, convém ter pelo menos um encontro cara a cara, certo? :s
Anyway, não é o mesmo rapaz dos posts anteriores... Mas, talvez, eu não que queira mesmo apaixonar por ninguém. xD

Kyle Phillipe disse...

estou um bocadinho como tu, não me quero apaixonar e tudo me parece demasiado rápido

Namorado P.S. disse...

O problema é que as pessoas querem tudo para daqui a 30 minutos. Manda-me mensagens nesses sites, depois pedem logo o teu facebook, o teu número de telefone e querem um encontro para daqui a 2 horas no Saldanha. Tu dizes que é cedo, que não faz sentido e a pessoa fica ofendida e diz isso que escreveste e mais ainda: "pois eu não tenho paciência para virtualidades". Mas os relacionamentos não se constroem assim. Nem os de amizades, quanto mais os de namoro. Isto faz-me lembrar aquele jogo para os putos com as formas quadrangular, triangular e circular onde tens que enfiar os sólidos nas ranhuras. Podes esforçar à vontade colocar o triângulo no círculo, mas garanto-te que não entra.

Horatius disse...

Foste pedido em namoro pela internet?

Eu gosto de relações físicas, no sentido que prefiro estar a conversar com um amigo num café ou na casa dele, ou na minha, se tiver casa.

Já me aconteceu depois de falar uma vez com uma pessoa, marcar um café. Já me aconteceu falar muiiiito com uma pessoa, virtualmente, e nunca nos termos conhecido pessoalmente. Tudo é possível.

Contudo, o que tem de haver, antes de tudo, é respeito pelo outro. E sobretudo, não haver recriminações para quem está do outro lado. Sobretudo no "virtual" eu só sei aquilo que o outro me disse. Não sei se ele não pode porque não quer ou porque não pode mesmo. Não gosto de julgar.