20.5.13

Ando chateado.

Deveras chateado, aliás! Com a escola e com a vida em geral, mas vamos por partes.
Na escola, temos Intermédio de Matemática na Sexta e a professora, de modo a cumprir com a matéria que saía para o Intermédio, decidiu dar duas estonteantes aulas de matéria teórica, sempre a andar, a correr seria mais apropriado, em que demos praticamente toda a matéria de Complexos e Números Imaginários em duas aulas de 90 minutos. E eu ando ali a nadar, como se já não bastasse o que nado nas aulas de natação. O que ainda me vai safando são as Explicações, porque, se assim não fosse, era o descalabro total! Mas irrita-me o facto de eu tentar colocar dúvidas nas aulas, ainda que básicas, e a senhora dizer que não posso, não posso, ai, tenho que avançar, tenho que fazer mais uns exercícios ali à frente, então, mas vá, diga lá, diga lá, ai, mas rápido, rápido, que eu estou com pressa! Esqueci-me de mencionar que ela tem um problema qualquer que a impede de ser normal e faz com que ela seja um pouco acelerada... Mas é uma professora boa e eu gosto dela e ela explica bem e faz-se compreender. Mas, enfim, irrita-me! E irrita-me que as professoras lá da escola tenham acordado em despejar esta matéria para o Intermédio, em vez de a terem dado devagar e terem feito com que realmente percebêssemos, descontando depois os exercícios do Intermédio cuja matéria não tínhamos dado. Mas não! Não! Despejamos a matéria, isto é elementar, nós somos super crânios a matemática e por isso aguentamos. Se as notas descem e estão más é porque eles (nós) é que são burrinhos. Ah, por favor, depois não admira que Matemática tenha uma média horrível em termos de Exames Nacionais.
Acrescentando mais esta situação à já de si horrível vida que tenho, é o paraíso! A minha vida está, como dizer?... Parada? Acho que é isso... Não conheço gente, porque eu não sou dado ao social, depois sinto-me sozinho. Muito sozinho! Ontem descobri que o meu ex e eu partilhamos a mesma crush (sim, o post anterior referia-se a ele), o que se torna estranho e é uma ironia dos diabos, que, à pouco, quando soube, me fez rir imenso, porque, realmente, tinha piada, mas agora não lhe acho a piada, mais, estou deveras chateado.
Ah, mas já tinha dito isto...

P.S: Agora que tenho as leituras dos blogs em dia (mas desculpem, não comentei nada), já acho legitimo escrever aqui.

15.5.13

Tinha-me lembrado de uma forma gira de começar a escrever este post, mas esqueci-me, e agora só me lembro que queria dizer que acho que nunca o vi sorrir...