3.3.13

Eu gostava de ser mais...

Eu gostava de ser mais espontâneo. Chegar e dizer tudo, sem falar, num simples abraço, capaz de abarcar todo o mundo, por ser tão grande, e tão apertado, que nada mais lá coubesse a não ser tu e eu. De ligar e dizer "gosto muito de ti" e do outro lado responderem-me com voz ensonada "anh?", gosto muito de ti, foi isso que disse à pouco e que não percebeste, pudera, é de madrugada e há gente a dormir ao lado, tenho que falar baixo. Não o repeti quando me perguntaste o que tinha dito, porque sou assim, tenho medo...
Gostava, por isso, de ser mais destemido. Abrir o coração, deixar a razão de lado e dizer o que sinto, não importa o que acontece depois, desde que saibas o que sinto agora.
E também gostava de ser mais poderoso. Mais poderoso, por oposição a impotente; de não me ficar por um simples "eu sei": porque eu sei que sei e tu sabes que eu sei que sei! Ser mais poderoso, mais pro-activo: agir, lutar por ti, por mim, por nós.
Não será a mesma coisa, nunca será a mesma coisa. Apesar de a Terra girar em torno de si própria e em torno do Sol e de passar sempre pelos mesmos sítios, de tempos a tempos, não significa que a própria Terra, em si, esteja igual, ou sequer tudo o resto! Nunca nada será igual ao que era antes, por mais que queiramos tudo muda, nós, os outros, o que nos rodeia, nada permanece igual. E assim, eu e tu, fomos afastados por um mar de mudança, eu aqui e tu aí, além, lá, longe, distante, inatingível e eu tentava perceber, acompanhar a mudança, com medo de te deixar para trás e a deixar-te mesmo para trás. Eu mudei, tu mudaste, crescemos, isso é bom!
Num mundo perfeito, nunca deixaríamos um mar separar-nos, mas, ao invés, nadaríamos juntos em direcção ao infinitamente longe, ao febril horizonte.
Eu gostava de ser mais, mas sou assim. E vou lutar por nós.

5 comentários:

Índio do Mar disse...

os teus textos deixam-me sem palavras.
Luta pelo que te faz feliz Adam :)

Lobo Solitário disse...

Tudo na vida acontece por uma razão. Por vezes é para lutares com mais afinco. Outras é para seguires em frente.

rapaz blogger disse...

Texto fantastico, transparece muito de ti.

Existe alguma prova mais concreta do que sentes, do que escreste aqui!!! E só passar para palavras...


se a pessoa em questão tivesse a oportunidade de ler isto, certamente iria ficar bastante emocionada...

boa sorte

um coelho disse...

A questão não passa só por ti, têm ambos de nadar na mesma direção.

Anónimo disse...

tas a falar do eduardo ou do jorge?