27.12.12

As Estações do Amor

Este foi o melhor Verão da minha vida, conheci-o e amei-o (e ainda amo), mas o Verão tem um fim. Ainda que cíclico, cada Verão é diferente do seu antecessor e do seu predecessor, não é eterno.
Deixei-me levar, mas a distância serviu para me trazer de volta; foi ele, não eu...
Tal como disse, foi o melhor Verão da minha vida, mas acabou, agora sucede-se-lhe o Outono (que já tinha começado há algum tempo, mas que eu não me tinha apercebido) - o tempo da decadência, do ser moribundo -, depois o Inverno - o tempo da escuridão, da morte - e, finalmente, a Primavera - o tempo do Renascimento!

1 comentário:

um coelho disse...

Bolas. Nos últimos tempos não falaste sobre a viagem de Natal, e fiquei receoso. Espero que estejas bem. Mais do que o número de experiências, interessa é retirar o máximo de sabedoria e auto-conhecimento de cada uma delas, e aprender com os erros(ou com as coisas que correram menos bem).