14.10.12

Cinema em Casa #2

If Lucy Fell (1996), com o brilhante título em português Se Não Te Casas, Mato-me, tem muito para não dar certo e, de facto, não dá.
Juro que só vi este filme por ter como protagonista a deslumbrante Sarah Jessica Parker, mas nem ela chegou para gostar do filme!
O núcleo do filme gira em torno de um Pacto de Morte que estes dois colegas de quarto fizeram nos tempos de faculdade em que, se chegassem aos 30 sem ninguém com quem quisessem mesmo constituir uma família, então atirar-se-iam da Ponte de Brooklyn.
O filme começa um mês antes do dia de aniversário de Lucy (Sarah) que vai fazer 30, portanto, ela e o seu companheiro de casa, vão ter que encontrar alguém com quem queiram passar o resto da vida, nesse curto espaço de tempo.
O companheiro, Joe, anda embeiçado pela rapariga da frente, de quem pinta quadros e tem sonhos, há já 5 anos, mas nunca lhe dirigiu a palavra e Lucy anda à 2 anos e meio com Dick, de quem não sabe se gosta. Ela acaba com Dick e decide conhecer gente; ele decide ganhar coragem para falar com Lucy. Ela conhece um pintor chanfrado (Ben Stiller) e começa a namorar com ele; ele finalmente fala com Lucy e começam a namorar.
O problema é que as questões abordadas não são bem exploradas, como a relação de Lucy com o pai e o facto de ele já lhe ter destinado o que fazer no futuro.
Mas tudo vai bem até que ele percebe que a mulher dos seus sonhos não é a mulher do seu coração e acaba com a rapariga da frente; ela também percebe que Joe é quem ela ama e correm para os braços um do outro.
Temos um primeiro ato, onde andam ambos perdidos e decidem que o pacto é para avançar; depois, num segundo ato, ambos estão bem, com os respectivos namorados, mas já se percebe que vão acabar juntos; no último ato, dá-se a descoberta de que gostam um do outro e acabam juntos.

Não vale o tempo gasto! Se estiverem com vontade de ver comédias românticas, fofinhas e agarrados ao namorado ou namorada, existem outras bem melhores e que não são tão, como dizer?, estúpidas quanto esta (Ouviste Falar dos Morgan, também protagonizado por Sarah Jessica Parker, parece-me uma alternativa muito melhor).
Felizmente, Sarah Jessica Parker, brilhou pouco depois na série Sexo e a Cidade (1998-2004)...
Dou-lhe */*****.

1 comentário:

um coelho disse...

Não conheço esse filme, mas o titulo português é brilhante.