30.9.12

It's my birthday

Tenho pena de não perceber, todos os dias, o sortudo que sou e toda a felicidade que tenho na minha vida. Por culpa minha, é óbvio, não concluo todos os dias, que tenho muitos amigos - na verdadeira acepção da palavra - que gostam de mim e me fazem feliz, ás vezes, mesmo sem saberem.
Para além deles, tenho também uma família fantástica, que faz de tudo, para que todos se sintam bem e que é unida!
Se há alguém a quem hoje se deve dar os parabéns, são eles e não eu!

29.9.12

Liebster Award

Os coelhos saíram da toca e ofereceram-me um prémio: o do título. Consiste em responder a 11 perguntas e oferecer o prémio a 11 outros blogs. Ora, vamos começar com as perguntas...

1 – Qual a tua cor favorita?
Cor de laranja, embora não tenha uma única peça de roupa dessa cor, para grande tristeza minha!

2 – Qual a tua viagem de sonho?
Egipto! Cresci com a curiosidade pelos túmulos e pirâmides e faraós, pelo que adorava visitar as grandes Pirâmides de Gizé, a Esfinge, os templos... 
3 – Partilha algo engraçado sobre ti.
Quando estou de fones a ouvir música, seja onde for, não me consigo conter e fazer lip sync. Vou na rua e sinto-me que nem uma pop-star num videoclip!
4 – Qual a música mais especial para ti? Porquê?
Talvez, Viva La Vida dos Coldplay, não tanto pela letra, mas pelo ritmo e pelo título: sou uma pessoa muito apressada e com um medo tremendo de morrer sem ter vivido... Por isso, para mim, a música é uma espécie de contradição, ser muito apressado, mas mesmo assim aproveitar os pequenos momentos, que é isso é que é viver. 

5 – Se tivesses uma Máquina do Tempo, onde gostavas de ir? Porquê?
Ou ao Antigo Egipto, ou à Itália do Renascimento. São duas das minhas épocas preferidas!
6 – Qual a tua maior qualidade?
Sou simpático para a maioria das pessoas.
7 – Qual o teu maior defeito?
Perfeccionismo. Quero as coisas demasiado bem feitinhas, que acabo por não fazer nada!
8 – Se pudesses mudar algo na tua vida, o que mudavas?
Livrava-me da minha teimosia e tornava-me mais pró-activo!
9 – Encontras a lamparina mágica e dela sai um génio que te concede um desejo. O que pedirias?
Mais saúde, principalmente para a minha mãe.
10 – Qual a maior loucura que fizeste até hoje por amor?
Acho que ainda não fiz nenhuma loucura por amor... Pelo menos, creio que tudo esteve na zona do aceitável.
11 – Dá um título para o livro que é a história da tua vida.
"Pressa de viver ou o Medo de Enlouquecer."

Como os meus 11 chosen ones já receberam o prémio (ok, é mentira, eu é que odeio fazer isso!), eu deixo o meu a todos os que quiserem aceitá-lo e responder a estas 11 perguntinhas.


28.9.12

Depois deste ano, nunca mais volto a fazer anos!

Querer fazer algo original e melhor do que o típico jantar em que cada um paga o seu, para celebrar um aniversário, dá trabalho!
Faço anos no Domingo (sim, é para não se esquecerem e me enviarem as prendas... Ok, já sei que agora se meteu o fim-de-semana, mas se enviarem na Segunda, elas chegam na Quarta e eu não fico aborrecido com o atraso!) e a família quase toda vem cá... À custa disso hoje passei 3 horas na cozinha*, a ajudar a minha mãe a untar formas, a bater claras em castelo, a desenformar, a lavar a loiça e a provar a massa de tudo quanto fosse bolo ou sobremesa; mas ainda não está tudo feito!
Na próxima semana é a festa com os meus amigos, altura em que o meu namorado vem cá passar o fim-de-semana e os conhece, e é suposto fazer bom tempo**, para que eu possa ir para o Parque da Cidade fazer uma espécie de piquenique e sermos todos felizes a enfardar e eu a desembrulhar prendas! Por isso adivinha-se mais horas na cozinha...
Mas vai compensar (pelo convívio, óbvio!), até porque para o ano, acabou-se!
Tudo bem que, no meu mundo super-colorido-a-fazer-lembrar-o-do-Mika, este ano vou fazer 15 anos e no próximo vou fazer 14, mas neste mundo, que é partilhado por toda a gente, no próximo ano, vou estar a atingir a maioridade e ter trabalho para celebrar isso, não vale a pena.

*A meio Ao princípio, apeteceu-me ligar a toda a gente e a dizer que afinal eu não fazia anos, que tinha sido engano, vejam lá o preguiçoso que sou!
**Pois, isso é outra! Para além de dar trabalho, é Outono, está mau tempo o que limita muito as opções...

27.9.12

Abnormal Is The New Normal

Comecei ontem a ver esta série, do criador do Glee: Ryan Murphy. Trata de um casal gay que quer começar uma família e ter o seu primeiro filho, para isso recorrem a uma barriga de aluguer: uma mulher que quer mudar a sua vida e ajudar alguém a ser feliz.
É uma série de comédia, com episódios de cerca de 25 minutos.
Já saíram três episódios e, desses três, foi o terceiro que mais me emocionou e me fez chorar, porque falava sobre o ódio das outras pessoas em relação aos homossexuais e isso, inserido no contexto de novos pais que querem proteger o seu filho do ódio, é muito interessante. Ignorar talvez não seja a solução, mas nem a violência o é, com toda a certeza!



É uma série leve, mas profunda, que me deixa a vomitar arco-íris. Para além da vontade com que fico de beijar o meu namorado e dos pensamentos sobre o meu futuro...

25.9.12

Feeling Good Songs #1

[New Radicals - You Get What You Give (covered by Glee Cast)] 

Agora que já chegou o tempo frio, os dias cinzentos e a tristeza que deles vem, vou-vos deixar aqui algumas músicas nos fazem sentir bem!

O drama de se ser aluno...

Professora de Matemática (PdM):
- Meninos, façam o exercício 7 dessa página.

Eu e outro colega:
-Nós fizemo-lo em casa, professora...

PdM [falando rapidamente]:
-Ahh, sim? Eu mando sempre fazer os exercícios aqui na aula... Foi com ajuda [risinho nervoso]? Oh, pois, bem, não interessa.

Conclusão: estudar em casa, é para esquecer.

24.9.12

Já chegou!

A Empire do mês de Outubro chegou-me hoje a casa e deixou-me desejoso de a ler: primeiro, por causa do especial sobre as séries de TV, depois pelas reportagens sobre os heróis da Marvel! 
Não tanto pelo novo 007, que nunca liguei ao senhor, nem ele a mim, pelo que estamos quites.


23.9.12

Porque o que eu realmente quero é o fim-de-semana a seguir ao próximo...

Três razões para partilhar a cama (segundo a Maria):


  1. Miminhos pela manhã. Ter o amado ao nosso alcance da mão, dos pés ou do corpo inteiro é tão bom... 
  2. Aquecimento mútuo. Sobretudo quando um dos elementos é friorento (kinda guilty)... Sabe tão bem ter o outro para aquecer. 
  3. Maior cumplicidade. O eterno entrelaçamento de corpos aprofunda ainda mais a intimidade. 
Só coisas boas, portanto! 
E enquanto aguardo ansiosamente por esse fim-de-semana, vou me agarrar à almofada, que vai ficar dentro da concha o que, segundo, mais uma vez, a Maria, significa que eu estou com vontade de fazer amor, mas estou à espera que ela também esteja. Pois... 

20.9.12

Twitter Moment #XXII

Ontem disseram que eu tinha os braços tão definidos que até se notavam as veias... Fiquei tão orgulhoso!

Sempre que vou a uma livraria e encontro este livro, o abro numa página ao acaso e leio uma ou duas frases, sinto-me quase no paraíso! Não deve ser novidade que adoro este escritor e que um dia destes toda a sua bibliografia estará nas minhas prateleiras, devidamente lida e, quiçá, relida, mas este livrinho em particular é especial... Fala dele, como se fossemos nós, sempre na segunda pessoa, como se tivéssemos partilhado todas essas experiências que ele relata. E eu quero muito ler este livro, apesar dos muitos que eu já tenho em casa e ainda não li...
Vocês, simpáticos leitores, é que me podia oferecer esta relíquia no meu aniversário, dia 30 de Setembro e prometo que é só isto que peço! =D

18.9.12

Do próximo fim de semana a uma semana, é o meu dia de anos... O que significa que do próximo fim de semana a duas semanas o meu namorado vem passar 3 dias à minha casa! 
Se eu estou super contente? Então nao?! =D

17.9.12

Como gastar cerca de 300 euros, numa tarde


  • 130 euros em livros escolares;
  • 90 euros em compras para a casa (leia-se, alimentação) + 1 caderno, 1 pack de minas 0,5 e um livro (Felizmente Há Luar);
  • 50 euros na inscrição + primeira mensalidade da natação.
E num par de horas, foi isto que se gastou! Realmente, gastar dinheiro é muito fácil, o difícil é ganhá-lo!


15.9.12

Hoje é dia de manifestação...

... e o meu pai disse que queria ir, mas são quase 17.30 e ele ainda não acordou da sesta - também, quando se começa a trabalhar ás 6.30 da manhã, como fizemos hoje a cortar lenha, para só acabar à uma da tarde, merece descanso!
Quem for, que grite por ele, que se farta de trabalhar e fartam-se de o roubar!

12.9.12

Ano Lectivo 2012/2013 - O Início

Fico sempre nervoso e muito expectante antes de saber o meu horário. Afinal, será em função daquela disposição que eu irei organizar a minha vida nos meses seguintes... E um mau horário pode influenciar a minha disposição e concentração, a minha vontade e disponibilidade para ter actividades extra-curriculares.
Este ano, o horário nem é mau - como seria de esperar, afinal só tenho 5 disciplinas -: tenho 4 tardes livres e no dia em que tenho aulas à tarde, não tenho de manhã; mas podia ser melhor, sem aulas à tarde.
Sendo assim, vou poder encaixar melhor tudo o que quero e tenho de fazer, como a explicação de Matemática (e, em Janeiro, de Física) e a Natação e escolher estas duas actividades para os mesmos dias. É que eu não moro realmente na cidade, mas numa aldeia perto desta e andar para lá e para cá todos os dias, gasta gasolina, que é muito cara e as finanças não são das melhores, com tantos cortes e sem apoios nenhuns! Assim, se tiver natação e explicação (falo só da de Matemática, para já) nos mesmos dias, só é necessário ir buscar-me à cidade, duas vezes por semana. Isto, claro, contando que não há maneira de apanhar qualquer um dos dois autocarros que vêm para cá, depois das 4 da tarde.
E, a modes que a minha vida a partir de agora vai ser isto... Claro que as tardes livres me vão dar muito tempo para estudar, ler, ver TV e estar um pouquinho no computador (e agora já nem passo cá nem um terço do tempo que costumava passar!), se eu me organizar decentemente e não deixar acumular as coisas, que é o que é hábito acontecer.

Sim, vou prometer que vou ser um aluno melhor este ano e essas coisas todas, como, aliás, já é costume no início de cada ano, mas este ano, sinto que estou diferente e que se eu realmente quiser eu consigo! É por isso que me tenho levantado ás 7 da manhã quase todos os dias da última semana (e desta) para ir andar de bicicleta, nos outros dias acordo as 9 e tal - se fosse noutros tempos acordavam-ME ao meio dia -, porque quero!


11.9.12

8.9.12

That awkward moment...

...em que os pais se despedem do filho e vão sair à noite e o filho, adolescente, não quer ir, nem para estar com os seus amigos.

Os Bichos.


Não gostas, porque sabes o que lá se passa…
Não gostas, porque sabes que vais encontrar a decadência da vida humana; sabes que vais encontrar pessoas que já desceram tão baixo, que talvez já nem se possam chamar de pessoas. Essas pessoas já desceram tão baixo: estão a definhar à frente de todos e o tempo, o pior inimigo da espécie humana à excepção, talvez, dela própria, avança inexoravelmente e leva com ele, pedaço a pedaço, a essência de cada um, até que não reste nada mais do que uma carapaça flácida e cheia de rugas.
O tempo passa, arrasta memórias dos tempos em que o Tempo não importava porque era abundante, preenchido por alegrias e por gentes de quem se gostava; são essas memórias que mais sofrimento causam… É que já não podem voltar!

“Eu queria voltar à minha casa… Mas já não me lembro do caminho! Acho que tinha que se ir por ali, mas não tenho a certeza… E depois se me perco? Eu também já nem consigo andar muito bem…”
A senhora lamentava-se na varanda da frente daquela casa grande e magnífica, enquanto olhava para o jardim florido.
“E pensar que houve tempos em que conseguia fazer as minhas coisas, sozinha, sem a ajuda de ninguém… E pensar que existiam muitas pessoas que gostavam de mim, que gostavam dos meus lanches (e do meu dinheiro) e nos divertíamos muito… E agora, olhem para mim, estou acabada!”
As lágrimas começavam a escorrer-lhe pela cara e ela soluçava, mas continuou.
“Não tenho ninguém que me venha visitar! Largaram-me aqui e já não querem saber de mim… Estou acabada!”

Agora, o tempo é inimigo: está em contagem decrescente…
Não gostas, porque, indirectamente, consegues ver a podridão da espécie mais evoluída do mundo, que abandona os mais velhos à morte, como se não passassem de um qualquer animal irracional, que se manda para abate em fim de vida, para não sofrer mais.
No entanto, não deixo de pensar que talvez esse fim fosse preferível a todo este sofrimento… Morrer antes de definhar.
Morrer antes de se perder a essência da pessoa que se é.
Morrer enquanto ainda é tempo de se ter uma morte – não digo digna, porque de digno a morte não tem nada – de verdade!
É que enquanto as pessoas definham, vão morrendo… A cada dia estão mais mortas e vão morrendo mais e mais, até que no Fim, não sobra mais do que a carapaça tão marcada pelo tempo.
Não sei porque se tem tanto medo da morte… É a única coisa que temos garantida, logo ao sair do útero! A vida e a morte complementam-se, são amantes e se estimamos a vida, devíamos estimar a morte ainda mais, por ser ela que nos ensina o valor da vida e a urgência do Tempo.

Não gostas… Porque és jovem e te vês confrontado com o teu futuro mais longínquo, se é que algum dia lá chegarás.

"Time is nothing but a lie"

[Russian Red - The Memory Is Cruel]

7.9.12

Gosto disto, pronto.

[Madness - Muse]

E agora vou acabar de ler o Expresso do Sábado passado, porque amanhã já é Sábado e sai outra edição. Vida de gente ocupada é assim!

6.9.12

Ajudem-me a ganhar este livro!


Para me ajudarem, quem tem facebook, só tem de ir a este link: http://apps.facebook.com/digitalmktr/Default.aspx?id=571060109 e clicar em participar... Eu ganho créditos por isso e vocês depois também podem ganhar livros.

Vá lááá, façam me esse jeitinho! =)

Menino mau!

Sinto-me extremamente gordo. Não porque esteja gordo, mas por aquilo que ando a comer: numa semana um boião médio de Nutella esvaziou-se e ontem à tarde decidi que o melhor era abrir uma lata de leite condensado e comê-lo à colherada... Comi metade do leite condensado que estava na lata e, pois que, hoje terei de comer o resto (uii, sacrifício!).
É por estas facadas que dou na minha linha, que me tenho obrigado a levantar, desde segunda feira, ás 7 da manhã para ir andar de bicicleta e fazer uns 5 quilómetrozinhos. Ontem também já fui ás compras e comprei muita fruta para ir comendo entre as refeições e iogurtes com menos açúcar e menos gordura (embora eu saiba que isso é tudo tanga); assim sendo vamos lá ver se não caio na tentação de cometer mais loucuras como a do leite condensado!

P.S.: Aii, jesus! Acabei de me lembrar que no Domingo tenho uma festa de anos... 

5.9.12

[Brandon Flowers - The Clock Was Tickin']

(...)And the weeks fly by and the years roll on
Sometimes dreams are all you've got
To keep you going when the day gets long(...)

"Are we really living or just walking dead now?"

[Sincerely, Jane. - Janelle Monáe]

3.9.12

Um apontamento rápido sobre futebol...

Fairplay 
Uma palavra muito bonita mas, aparentemente, sem significado para os melhores jogadores da Europa (Cristiano Ronaldo, Messi e Iniesta).

P.S.: Estive de férias, mas não andei a dormir! O facto de eles não se cumprimentarem de todo revela, primeiro, falta de educação e depois falta de fairplay... É triste pensar que são os modelos de muitos jovens.

Meet Alagaesia


Foram 6 anos a vaguear por aqui. Entre dragões, elfos e anões, passei momentos fantásticos! Pena é que tenha acabado.


Foram 4 livros, mais de 3000 páginas e muitas horas... A "Colecção Herança" chegou ao fim. Acabei de ler o último livro (Herança) no Algarve e, depois de o acabar de ler, senti-me vazio, perdido, completamente sem rumo! Mas isto também me aconteceu quando cheguei ao fim do último livro do Harry Potter; só tenho de pensar que existe outra saga tão boa ou melhor (A Guerra dos Tronos) para eu começar a ler.

Voltei!

Cheguei ontem da minha última semana de férias na praia, este ano. Tenho que dizer que foram umas férias de Verão excelente (a próxima parte é só para fazer inveja): três semanas em Lisboa, com praia e passeios com amigos e com o meu namorado; dois dias na casa dele e, logo a seguir, uma semana de férias no Algarve, sempre de papo para o ar, para ter um bronze mesmo bronzeado!
Neste última semaninha despachei o último livro da Colecção Herança (que está ali ao lado, mas disso falo mais logo), vários jornais e várias revistas.
Fui ao FIESA, que é uma exposição (?) de esculturas de areia fantástica! Já vou há alguns anos e o tema muda sempre, da primeira vez que fui, em 2007, o tema era "As Maravilhas do Mundo"; este ano o tema era "Ídolos". Ídolos como a Madonna, a Julia Roberts, Channel, Mickey, Snoopy..., só para dar alguns exemplos. Fiquei muito zangado por não terem feito uma escultura para os Pokemón, mas fizeram uma para os Bakugan (não me perguntem o que é!); giro, giro, foi a escultura do "Harry e o Balde dos Dinossauros", desenhos animados que eu via.
Vou deixar algumas fotografias, mas aviso que a minha máquina é fatela e que foram tiradas à noite.
O Senhor Chaplin



O Homem Vitruviano

Vénus de Willendorf

Lucky Luke

Os grandes, os magníficos animais de "Madagáscar"

Snoopy

O amor mais inocente e duradouro!

Conhecem isto, conhecem? Alice nos País das Maravilhas =D

Não necessita apresentações... Sou eu É o Garfield.

Harry e o Balde dos Dinossauros! +.+


O Grande Steve.

Jonnhy Depp as Willy Wonka 

Mr. Yoda

She's simply the best!

A grande barriga da Shakira
(este nome é parecido ao da Grande Barreira de Coral...
Infelizmente esta última está muito danificada, felizmente a grande barriga da Shakira, não está!)

FADO!

Claro que com o fim das férias sinto-me mais gordo (não fiz nenhum e fartei-me de comer!), por isso hoje, Segunda-feira, dia 3 de Setembro de 2012, levantei-me da cama às 7 da manhã, de livre vontade, para ir andar de bicicleta! Fiz uns 4 km (?) em meia hora (estou cada vez melhor) e a modes que me sinto mais leve.
E já fui comer fruta, no meu lanche a meio da manhã... Avizinham-se tempos de mudança, minha gente! Ou então não.