29.6.12

Ensinamentos de Oscar Wilde #4

Os velhos acreditam em tudo, as pessoas de meia-idade suspeitam de tudo, os jovens sabem tudo.

28.6.12

Morar numa aldeia perto da cidade...

Prós:
-Posso ir dar os meus passeios nocturnos à 1, 2, 3 ou 4 da manhã, sem que haja problemas e sem que encontre gente;
-Posso andar de bicicleta por onde quiser e que nem um louco;
-Posso ver as estrelas;
-Posso ter uma vida pacata, sem o stress da cidade e o barulho e essas tretas todas.

Contras:
-A minha vida está toda na cidade (podia ficar-me por aqui!);
-Não posso ir ao cinema sem que me levem e tragam, o que acarreta mais despesa;
-Não posso ficar tanto tempo quanto gostaria, nas raras raríssimas vezes que vou sair à noite na cidade (como hoje);
-Tenho de andar de autocarro todos os dias, em tempo de aulas... E autocarros, enjoam-me um bocadinho.

O problema é que isto está num empate... Há uns tempos atrás, se me perguntassem, sem dúvida que preferiria ir viver para a cidade; mas hoje... Hoje não tenho a certeza, porque gosto muito dos meus passeios nocturnos: só eu e o silêncio.

26.6.12

Dona de casa (nada) desesperada

Hoje os meus pais foram a Lisboa e eu fiquei em casa.
O que é que decidi fazer? Não, não acordei tarde, comi porcarias e fiquei o dia todo sem fazer nada. Antes pelo contrário, levantei-me relativamente cedo (ás 10, mas tinha-me deitado às duas) e deitei mãos ao trabalho qual dona de casa desesperada que mal se levanta tem que ir logo trabalhar.
A modes que aspirei e limpei o chão da casa toda, levei tapetes à rua e limpei a banheira. E sabem que mais? Soube-me bem!
Soube-me bem ver a minha casinha toda limpinha e cheirosinha!

P.S.: Ontem estive a descascar batatas. Pode-se dizer que foi a primeira vez, mas a minha mãe disse que o faço melhor que o meu pai que, quando descasca, desperdiça metade da batata (e normalmente ele é que faz o jantar!). Estou a ver o meu futuro nisto, das lides domésticas HAHA

24.6.12

Wish me luck for tomorrow!

P.S.: Já estive a ver os livros que quero ler este Verão... E, para já, são estes:


Da esquerda para a direita:
Herança (Christopher Paolini);
Memorial do Convento (José Saramago);
O Corvo e O Gato Preto (Edgar Allan Poe);
O Arrumadinho - Solteiros, casados & divorciados;
O feitiço de Xangai (Juan Marsé);
Terrorismo em Directo - A grande manipulação (Rolando Santos);
Cleópatra (Stacy Schiff);
A Pipoca Mais Doce (Ana Garcia Martins);
como é óbvio, não estão por ordem de leitura... O primeiro vai ser o do terrorismo e depois logo se vê.

(Nota-se assim tanto que estou desesperado por ter tempo para ler?)




22.6.12

Loucura #2

-Eu não sofro só por isso, não... Ontem arranquei um cabelo branco. É a velhice... o "fim" que se anuncia... Viver para morrer... Ah! como é horroroso... como é horroroso... O tempo caminha com uma velocidade que, num segundo, num minuto, outro minuto; numa hora, outra hora. É abominável!... Vai-nos destruindo a cada instante... ininterruptamente... inexoravelmente...
-"O tempo... o tempo... o cancro enorme" - recitei com ironia, lembrando-me do verso do poeta.
-Sou um desgraçado... Um grande desgraçado, acredita...
A Loucura de Mário de Sá-Carneiro

Aqui está outro escritor que gostaria de ler mais.

21.6.12

Ensinamentos de Oscar Wilde #3

Hoje em dia conhecemos o preço de tudo e o valor de nada.

Loucura #1


Divagações de umas férias para estudar para exames

Hoje saí de casa e fui espairecer. Eu sei que devia estar a estudar para o exame de Física-Química, mas odeio aquilo, não gosto, não gosto e não gosto! 
Portanto, cravei o Edu a utilizar o bilhete duplo de aniversário que ele recebeu do cinema, para voltarmos à infância... Fomos ver A Bela e o Monstro em 3D.
Quando estudo em casa,
a minha cama fica assim!
Nunca tinha visto o filme quando era miúdo (e por falar nisso, há muitos filmes que perdi: nunca vi o Rei Leão, a Pocahontas e mais uns quantos) e queria ir ver agora, porque sempre tinha achado piada ao raio do candelabro e do relógio a falar e a dançar. E gostei muito, muito, muito!
Aproveitei para dar uma vista de olhos pelos livros na Bertrand e em mais outras lojas que tinham livros. Desta vez não me apaixonei por livros, mas por escritores! E portugueses! Eu que praticamente só consumia livros que vinham do outro lado do Atlântico e do outro lado do canal da Mancha... Mas agora não, a juntar ao José Rodrigues dos Santos, de quem ainda tenho de ler os livros menos parecidos com Dan Brown, quero descobrir ainda: Valter Hugo Mãe, José Luís Peixoto e Mia couto! 
Deste último já li um livrinho, Mar me Quer, de onde tirei os Ditos do Avô Celestiano, lembram-se? Desde aí fiquei com vontade de ler mais e Jerusalém era a primeira opção, agora acrescento-lhe As Confissões da Leoa.
Mas vou parar com estes devaneios, porque tenho de estudar e não posso começar a ler, pelo menos para já! 
(No entanto, ontem e hoje dediquei-me à Loucura do Mário de Sá Carneiro, um dos livros que comprei no Dia Mundial do Livro. Daqui a pouco já deixo aqui umas passagens que me deliciaram...) 
Prosseguindo, dizia eu que tinha andado a ver os livros e encontrei um que quero ler, mas mesmo muito! Só que quando olhei para o preço, deu-me a vontade de enfiar o livro debaixo da t-shirt e correr dali para fora, tal era o que me queriam roubar, para além do mais ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão! Se já acho uma parvoíce tremenda, mais, uma estupidez e tacanhez um livro custar mais de 20 euros, então quando um livro custa 30 euros, meus amigos, algo não está certo. Ainda para mais quando se incentiva à leitura, mas como podemos ler, se estamos em crise e os livros se começam a considerar um luxo? 
Às páginas tantas ainda não disse que o livro era a biografia do Steve Jobs pelo Walter Isaacson. Quero lê-lo, vou lê-lo, só não sei é se o vou comprar!

P.S: O Edu é sempre a mesma coisa! O filme começava às 15h e eu disse para estarmos lá ás duas e meia, comprávamos os bilhetes e íamos ver as lojas... Mas não, ele consegue chegar sempre atrasado, sorte a dele que a sala era só nossa e o filme demorou a começar. 
Portanto aqui fica o aviso, caros futuros amigos e namorados, odeio atrasos e faltas de pontualidade, mesmo eu não sendo pontual, por chegar sempre antes.
Ah, e cortei o cabelo de uma maneira que nunca tinha feito... Nunca tive tanta gente a dizer que o corte me ficava mesmo bem!!!

20.6.12

Ás vezes acontece-me isto...


Tenho visto na minha TV...

[Dreamgirls]

Dreamgirls é um assombro de filme! No bom sentido, claro, nem precisa que se fale mais nele.

[Cheetah Girls - Tudo por um sonho]

Cheetah Girls é aquele filme parvo, mas que toda a gente gosta... Do género, o cão caiu num buraco e é preciso chamar toda a corporação dos bombeiros e interromper o trânsito? Tudo para que no final as Cheetah's se voltem a juntar e cantem para os mirones que entretanto ali se juntaram (uma multidão!). De qualquer maneira e pelo que sei, estão mais dois filmes das Cheetah Girls aí à solta... E eu tenho que os ver! 


[Monsters Vs. Aliens]

Monsters Vs. Aliens é aquele filme que, de maneira nenhuma, pode ser visto dobrado em português! Eu sei que a Catarina Furtado não tem culpa nenhuma (aliás, até tem, porque aceitou o trabalho), mas ela é péssima para fazer dobragens! Se há coisa que não gosto é reconhecer a voz de alguém numa dobragem, imediatamente deixo de ver a personagem e passo a ver o dono da voz... Como aconteceu com Os Pinguins de Mr. Popper: tive a infelicidade de ir ver ao cinema a versão portuguesa (sim, perguntam vocês bem, porque raio fizeram uma versão portuguesa?!) e a voz do Jim Carey era a do senhor Herman José! Odiei o filme.
Não obstante, este Monstros até é engraçado... Vá, os primeiros dois terços do filme são engraçados.

18.6.12

Se estou nervoso?

O ensaio geral vai de mal a pior (ok, só fiz um exame, depois de ter acabado oficialmente de ver a matéria) e não estou nada confiante, pelo que tenho tendência para começar a pensar que não sei nada, que tudo vai ser um desastre... Os planos arquitectados na minha cabeça, caso isto tudo corra  mesmo mal, passam por um retiro espiritual; por uma instituição mental (sim, porque daria em louco, muito provavelmente); por, de alguma maneira, ficar com muito dinheiro pelo que não tenha de trabalhar para o resto da vida e assim não precisar dos Exames; por fim, pelo suicídio (muito dramático? eu sei, mas há que pensar em tudo!).

A modes que estou a começar a entrar em paranóia, não só pelo que está acima, mas também porque preciso de boa nota neste exame, caso queira manter o 17 a Biologia...

Oh bem, amanhã digo como foi.

Que estás a fazer agora?
-Estou a panicar que se farta!

16.6.12

Ensinamentos de Oscar Wilde #2

Quase dá vontade de definir o homem como um ser racional que fica fulo de raiva sempre que o forçam a agir segundo as normas da razão.

Ensinamentos de Oscar Wilde #1


O facto de um homem dar a vida por uma ideia não prova de forma alguma que ela seja verdadeira.

12.6.12

A juventude de hoje está perdida!


Não há dúvida de que estamos sempre a aprender... Hoje aprendi que podemos ter melhores amigos colocados num pódio: existe o 1º melhor amigo, o 2º melhor amigo, o 3º melhor amigo e suponho que pare por aí. Afinal só se atribuem medalhas de ouro, prata e bronze. Os restantes são só amigos...
Que parvoíce!

11.6.12

Começou a minha época oficial de preparação para os exames!

Os meus livros são iguais a estes!
Hoje, fui para a Biblioteca Municipal, logo de manhã e pus-me a estudar para o Exame de Biologia/Geologia. A revisão da matéria tem de ser por etapas, por isso a etapa de hoje era acabar de rever a Biologia de 10º ano...
Estamos com 85% completos, pelo que faltam 25% 15% que vou concluir a seguir.

Amanhã, avançamos para a Geologia de 10º ano... So exciting!! (not.)

10.6.12

PIXEL - O Lançamento!

O cartaz da 1ª Edição, aquela em que participei ;)
As histórias do PIXEL 1 e 2, no blog do Sad Eyes, vão ser lançadas em E-Book (aliás, já foram!). neste site: www.indexebooks.com, podem fazer o download em várias versões e são elas: kindle, ipad, iphone, outros tablets, PC, papel, etc...

Perguntas Pertinentes V

Cheguei à conclusão de que sou uma pessoa que gosta mais de viver o momento do que de pensar no futuro, no entanto sinto a necessidade de planear tudo com antecedência, para me organizar.
O que acaba por acontecer é que os planos saem todos furados e eu penso que odeio pensar no futuro; se decidir, agora, fazer qualquer coisa, agora, o que pode correr mal?

Love this!


Para me dar um incentivo para a próxima semana, que vai ter de ser de muito trabalho...
Vou entrar em modo: Estudar Para Exames.

7.6.12


Hay que pedirle
Más más más a la vida
Que sea hasta
Que se apague el sol y la luna
Y que no importe
Más más más lo que digan
Como si fuera
La la última noche de tus días

(Más - Ricky Martin)

3.6.12

Notícia de última hora

Aqui o dono da tasca armou-se em bicha valenta e enxotou uma abelha que lhe tinha entrado quarto adentro! Foi necessário muito sangue frio e muita calma para que toda a arriscada operação não ficasse comprometida e realizar tal façanha.
Este acontecimento vem-se a demonstrar a primeira tentativa bem sucedida de enxotar seja que bicho for.


Parabéns ao herói!

Parece que eu estou um nadinha cansado...

Parece que a minha se está a compor e a deixar de ser só casa-escola/escola-casa. Ontem fui à Queima das Fitas da minha madrinha e à noite fui ver os Deolinda... Eles são fantásticos, se antes gostava deles, agora so fã!

Só gostava mesmo, mesmo, mesmo é que acabassem os trabalhos de grupo... Já tenho que chegue por este ano e isso só dá dores de cabeça. Como o contacto com humanos tem sido muito grande (e, por vezes, nada útil ou reconfortante), também preciso de me fechar em casa e fazer o percurso: ver TV > navegar na net > ler livros vezes sem conta!

1.6.12

Everybody has its end

Everybody Dies

Foi o final de uma grande série! Confesso que estava à espera de mais um pouco, apesar de [SPOILER ALERT!]

Um resumo rápido do meu mês


ESTUDAR.

P.S.: Váá, fui ver montras e comprar roupa, pela primeira vez desde Fevereiro e acabei de ler Os Maias, que foi um dos melhores livros que li até hoje! Pena, é não ter uma professora de português em casa que me faça ver os pormenores que me escaparam, nas outras obras do senhor... Oh, sim, porque fiquei tentado a lê-las!