21.1.12

Não há, nunca há, maneira fácil de se dizer isto; até porque dizê-lo ou escrevê-lo, neste caso, só me vem fazer acordar para a realidade, a dura realidade.
Já não existe um nós, apenas um ele e um eu; já não existe um todo, apenas dois seres separados; já não existimos, existe ele e existo eu...

Não vou falar sobre como tudo aconteceu, porque se fizer, verei que ele tem razão no que disse e que se fomos ao fundo, foi porque eu abandonei o navio muito cedo.

2 comentários:

Lobo Solitário disse...

Se não querem que o navio afunde, ambos têm de o manter firme.

um coelho disse...

O Eric tem razão, se há um objetivo conjunto ambos têm de trabalhar nele!