31.10.11

Apesar de odiar o acto da mudança da hora, porque me desregula o sistema todo... Gosto de acordar quando já à Sol e de sair da escola já de noite.

27.10.11

Os dias passam numa sucessão de fotografias mal tiradas, que nem me consigo lembrar se o ontem aconteceu no dia anterior a este ou se aconteceu à duas semanas atrás.

Até a intenção de escrever isto aqui, não sei se vem de á duas semanas, se de há dois meses...

25.10.11

Tem tudo a ver comigo...

Be the cange you want to see, don't matter what people may say [só não percebo o 22...]
...a prenda de anos de um amigo meu.
Tal como os jovens não compreendem a complexidade das relações dos adultos, estes também não compreendem a complexidade das relações dos jovens; a partir de certa idade perde-se a sensibilidade de perceber um tipo de relações em detrimento de perceber outro tipo de relações, até que...

"O problema da vidinha..."

"...é ser em directo e não haver teleponto." - in "Melancómico" de Nuno Costa Santos


P.S: Comprei este livrinho giro a 1€. 

24.10.11

Há quem prefira ficar ignorante, pedir aos outros para estudar por si, aprender (isto, se aprender) a cuspo (sim, a cuspo, quando já não é necessário, descola...), só estar com atenção quando o professor diz que aquela matéria é muito importante para o teste...
Eu cá, prefiro ir dormir que hoje já aprendi o suficiente.

E ainda diz a minha professora de Português: "Façam para se deitarem menos ignorantes do que quando acordaram.".

23.10.11

Coisas que me fazem as entranhas ferver...

  • Se devemos respeitar os mais velhos, é porque eles estão "cá" à mais tempo... Por esta ordem de ideias deve-se respeitar quem chegou primeiro a determinado sítio ou algo do género, certo? Então porque é que há quem não faça isso?
  • Há professores que, no primeiro dia de aulas, insistem em rever as regras dentro da sala de aula... Eu pergunto: "para quê", se depois, no contexto prático, eles são os primeiros a quebrá-las ao não as fazerem cumprir? Ou porque não mandam calar quem deve estar calado, ou porque deixam responder quem não tem o braço no ar, gerando uma algazarra na sala. Os culpados são eles, no entanto não o querem admitir porque estão com demasiada pressa em avançar... Isso irrita-me porque eu faço por cumprir as regras.

Por hoje ficamos por aqui...

Oh Meu Deus, que livro novo é aquele?!

Já foi lançado, desde ontem que se fala nisto e eu, um grande fã deste tipo de escrita do José Rodrigues dos Santos, não sabia de nada!
"O Último Segredo", é novo título de mais uma aventura do professor Tomás Noronha, que aborda a verdadeira identidade de Jesus Cristo segundo os relatos dos seus apóstolos.
Já dizem que é melhor que Dan Brown e que ele é um mestre da ficção e do suspense... Quanto a mim, adoro esta vertente dele e o livro vai para o topo da lista de livros a comprar.


E depois de ver a análise deste senhor, passei a querê-lo ainda mais! 
O preço é que não ajuda, são 22 euros por um livro, mais que uma refeição completa em certos restaurantes e se pensarmos que a refeição é a 6 euros, então daria para 3 refeições e sobrava algum dinheiro... 
É absurdo o preço dos livros. É bom ler, mas também é bom incentivar a isso e não só pela implementação de um Plano Nacional de Leitura na escolas, mas também pelo preço... Porque os leitores assíduos também gostam de ter livros em casa.

20.10.11

Pergunto-me se, com esta crise, haverá muitas destas a circular por aí...
Isto fora dos circuitos normais, claro.

E esta é a mensagem número 500 do blog... Awesome, não?

19.10.11

Olly... Holy

Encontrei este rapazinho ontem no blog do Silvestre[link] e já estou "apaixonado"!
O Silvestre deixou a música mais conhecida dele, eu deixo o videoclip que achei mais engraçado...


[Olly Murs - Busy]

"(...)We spend all our time lying side by side
Going nowhere, it's really something
Getting busy doing nothing

We spend all our time running for our lives
Going nowhere, it's really something
Getting busy, doing nothing(...)"

18.10.11

That awkward moment...

...quando os senhores dos call centers me telefonam para casa a fazer inquéritos, eu atendo e eles dizem: "Boa tarde estou a falar com a senhora...?"

Seriously?! -.-' 

16.10.11

Professores

No outro dia tive que responder às questões "O que menos gostas num professor?" e "O que mais gostas num professor?".
Odeio um professor que não sabe ser compreensivo e que não gosta de ser corrigido, quando se engana (mas como é óbvio, os professores são humanos!). E gosto de um professor que sabe brincar, mas que também sabe ensinar e que se abre com a turma assim uma coisa do género, para todos se sentirem bem.
Já alguns dos meus colegas discordam, mas não cheguei bem a perceber o que eles gostavam e não gostavam num professor... Porque eles diziam que a professora de Inglês era muito calma e quando a turma fazia muito barulho ameaçava que não continuava a aula e sentava-se (esta técnica não dá um resultado tão bom como a que é apresentada a seguir); por outro lado a professora de Matemática atirava um par de guinchos (ela tem a voz relativamente fina) e toda a gente se calava e nem se ouve o zumbir de uma mosca (geralmente, porque não há moscas na sala)!
Mas, pelo que percebi, preferiam a professora de Inglês à de Matemática...
O que eles querem é alguém que os controle e que os ponha na linha e obrigue a trabalhar, caso contrário estão-se, literalmente, a lixar para aquilo. E quando se apanham com um professor/a que não consegue controlar a turma, é o caos total!
Neste assunto tenho uma opinião bastante vincada: não quer estar ali, vai embora, a escolaridade obrigatória já foi ultrapassada e tudo! Geralmente respondem -me que os pais os obrigam a ir à escola e que isto e que aquilo; eu respondo para sairem de casa se estão descontentes, porque se os pais os obrigam é por algum motivo, uma vez que eles não vão estar ali uma vida inteira a sustentar os filhinhos lindos (e, oh, que esses filhinhos são os melhores do mundo e nunca fazem nada de mal, são tão santinhos, que deviam ser reconhecidos como tal pelo Vaticano).
É que ás vezes irrita-me profundamente estar a tentar aprender e ter gente ao lado que só está lá para destabilizar e quando são chamados à atenção é uma injustiça, eles não estavam a fazer nada, o professor/a é que não gosta deles...

E despeço-me à lá Alberto João Jardim: FUCK THEM!

Today I realized that...

...I've got issues...

...but I'm not the only one, fortunately.

14.10.11

Baby, It's Cold Outside


É, sem dúvida, o melhor dueto da série... Para além de que é tão fofo +.+

13.10.11


P.S: Eu prometo que, se tiver tempo, no fim de semana, eu posto aqui um textozinho decente que tenho ali sobre relações, mas que ainda não tive vontade de passar a computador (é, eu adoro escrever à mão).

Uma piadinha menos própria e para maiores de 18 (embora eu tenha 16)

12.10.11

Random II

Por vezes tenho a necessidade de me sentir incontactável... Sabe bem desligar-me de todos.

Random I

Nunca percebi o porquê das pessoas (leia-se, mulheres) iram acompanhadas para a casa de banho... Muito menos compreendo a necessidade que os rapazes têm de o fazer.

11.10.11

Hoje estou assim...

Sobre o post anterior...

O post anterior era uma espécie de piada... Aquilo é sangue e não me perguntem como foi lá parar porque não sei. Mas para quem tem algumas borbulhas na cara e não sabe o que faz de noite (sim, porque estou a dormir!) ãlguma pode ter rebentado sabe-se lá como...

(Ou então um vampiro mordeu-me e depois mordeu outra vez mas atingiu a almofada por engano!)

5.10.11

Confesso que tenho um bocadinho de saudades da chuva... Mas se me perguntarem quando começara chover a sério, eu não disse isto.
Se eu tenho um passatempo, para além de ler ou ouvir música que posso não gostar, é ver livros nas livrarias... É uma coisa que me fascina, porque penso que o tempo se está a esgotar para ler tudo aquilo que quero ler e o problema é que essa lista vai crescendo um bocadinho todas as semanas.
Hoje andei pela Bertrand a ver os livros e encontrei mais um:





Gostei porque eu vou adorando história, é algo que me fascina não sei explicar como nem porquê, e porque é uma maneira engraçada de contar histórias da História de Portugal.
Fica a dica, eu fiz anos na Sexta e muita gente esqueceu-se da minha prenda... Custa "só" 24 euritos (e eu agora podia começar a falar do exorbitante preço dos livros, mas para quê... Ofereçam-mo e pronto! ^^)

1.10.11

Filosofias II

Em resposta ao post Filosofias , a Aninha disse que era a primeira opção, ou seja, a verdade consiste em saber como realmente o mundo é. 


Mas isso é impossível!
Ora então, se eu falasse com um cão e lhe dissesse que o mar é azul, ele diria que eu estava enganado e que era uma espécie de cinzento, porque eles só vêm a preto e branco. E então, quem está certo?
E mesmo que fosse eu aquele que estivesse certo, estaria a mentir...

O mar não é azul pois reflecte a cor do céu, mas o céu também não é azul porque as cores não existem, elas resultam da "diferenciação" dos fotões, somos nós que vemos o mundo como ele parece ser! 


Tudo isto vem dar ao que o Sad Eyes disse: "o que nos parece, muitas vezes, pouco tem de real...".
Nós só conseguimos ver o mundo como ele nos parece ser porque temos "véus" a impedir-nos de ver-mos o mundo como ele é, no entanto vamos sempre tentando deixar cair esses "véus" através da experiência.