8.9.11

Nunca pensei gostar tanto da minha aldeia como gosto, às 4.30 da manhã... Está vazia.
Vazia de gente a bisbilhotar e a comentar, vazia de gente mesquinha, vazia de gente mal educada... Vazia! E então sou só eu na rua, a andar e a sentir o vento passar pelo meu corpo.

2 comentários:

sad eyes disse...

ainda há aldeias e isso é fenomenal

AdamWilde disse...

Talvez seja fenomenal, mas não gosto daquela relação de muita proximidade que existe nas aldeias... Eu sou filho único e tenho tendência a ser muito reservado ;)