31.8.11

Odeio finais abertos!

O título diz praticamente tudo! Quero dizer, qual é o objectivo de escrever uma história quando não se lhe dá um final?
Não faz sentido, até porque depois eu posso dizer que ele virou as costas e não viu a sua amada no café ao lado e foi-se embora; voltou a Inglaterra, fez a sua vida, encontrou uma bonita substituta para o seu grande amor e morreu feliz embora sempre com saudades da sua Cassie!
Também podem dizer que o final estava à vista, e mesmo que não o tivessem mostrado, ele viu a sua Cassie amada no café a servir às mesas e juntos foram muito felizes... E se eu quiser pensar o contrário?
Ao fim de contas teremos tantos finais como aqueles que nos apetecer, o que faz com que o final não seja bem um final...

Sem comentários: