25.7.11

25 de Julho de 2009

Hoje, á dois anos atrás, começava a minha jornada para tornar este "fardo" de ser gay, mais leve: contei á minha melhor amiga que era gay. Pode parecer insignificante, mas para mim foi tudo nesse momento; havia já algumas semanas que andava a tentar perceber as coisas acumuladas desde sempre, mas estive sempre sozinho durante esse tempo, até que ganhei coragem e lhe contei...
Ela disse que aceitava bem e que não era isso que nos ia afastar. E se esta revelação serviu, foi para nos tornar ainda melhores amigos do que já éramos e fazer com que cada um de nós tivésse um pilar nos momentos em que nos iamos a baixo (apesar de eu achar que falhei com a minha parte, em certas alturas...mas ela fez um belíssimo trabalho e, portanto, obrigado por tudo).
Os tempos que se seguiram, foram muito conturbados aqui em casa... Alguns dias depois (4 de Agosto) contei aos meus pais e eles reagiram mais ou menos, na altura, mas depois foi havendo alguns desenvolvimentos, negativos de vez em quando, que me deixavam bastante deprimido... No entanto hoje, penso que está tudo bem e até irei apresentar o meu namorado à minha mãe (não deixo de reparar que estas datas ficam cá sempre gravadas!).
Olhando agora para trás, vejo claramente que ser gay não foi algo que "aconteceu" durante a pré-adolescência, foi algo que nasceu comigo (ou então aconteceu depois dos meus 5 anos, uma vez que não tenho memórias disto para trás...), senão vejamos:

  • lembro-me de ver uma novela com a minha mãe, na SIC e que era brasileira, em que um avião tinha caído numa tribo de indígenas (acho eu) e os que iam abordo do avião passaram a usar as vestes dos senhores da tribo... Que era simplesmente uma pouca de palha a tapar as partes íntimas! Isso deixava-me louco, porque eu queria ver por detrás disso, especialmente num homem que lá estava que era mesmo lindo e bem constituído fisicamente;
  • lembro-me também (e quem não se deve lembrar) do rabo do "Pipo" a primeiríssima série dos Morangos com Açúcar... Era algo simplesmente lindo de se ver e o rapaz era, então, um jovem tão fofo!
Tendo eu quase 16 anos, façam as contas e vejam à quantos anos isto não foi...

P.S: Estou á espera de comentários de puro ódio neste post, mais do que em todos os outros, uma vez que fala daquilo que fala... Mas guardarei um post para dissecar alguns comentários de puro ódio (e anónimos, mas era preciso dizer?) que acabam por cair no rídiculo de tantos erros ortográficos e da mensagem que está subentendida.

12 comentários:

LusoBoy disse...

Eu lembro-me de me interessar bastante por uma banda-desenhada que eu tinha em que o Daredevil aparecia só de cuecas. Lol.
E em pequeno fascinava-me os mais velhos da natação com os seus corpos definidos mas foram precisos muitos anos até perceber.

Edu disse...

Avião = Aviam
QUE LOOL! x)

João disse...

Para que dás tempo de antena a essa escumalha? Não passam de bichas recalcadas que não têm os tomates que tiveste para te assumires.
Ignora-os e nem publiques os vómitos que te enviam!

P.S. @Edu, não captei... :S

AdamWilde disse...

O Edu tinha razão... Estava lá um erro, só que eu já o emendei xD
Obrigado =)
João, tens razão deve ser isso... Só que ás vezes até me divirto um bocado com aqueles comentários cheios de erros ortográficos e que dizem outras coisas que eles não queriam dizer.

André disse...

Olá!

Bom, eu acabei de fazer 26 anos (como tu sabes) e nunca na vida tive curiosidade em ter nenhuma experiência homossexual! Eu interesso-me unica e exclusivamente por raparigas (de preferência mais novas, entre os 17 e os 20 anos, pois eu próprio pareço muito mais novo do que o que sou) e eu em pequeno e mesmo em adolescente erotizava mentalmente tanto homens como mulheres, imaginando contactos físicos erotizaveis entre rapazes e raparigas!

Bom, uma rapariga ou mulher pode admirar a beleza física de outras raparigas ou mulheres, mas não é por isso que são lésbicas! Há muitas mulheres que acham que a Demi Moore é uma brasa e não é por isso que são lésbicas!

Eu, por exemplo, não sou homossexual, o meu interesse é todo virado pra raparigas, por vezes vou à natação e ao ginásio e admiro os corpos bem feitos de certos homens ou rapazes mas nunca admiro de maneira cobiçadora como admiro as raparigas, se é que me entendes!
Neste ultimo fim de semana, fui à praia, no areal extenso da Costa da Caparica, dei um passeio longo pelas praias de costa e a maior parte dos rapazes novos usa calções de banho compridos, quando acho que uma tanga lhes caia melhor! Já na zona da praia da paragem 13 do comboio, estava na beira mar a fazer a caminhada de regresso e desceu até ao mar um rapaz ai nos seus aprozimadamente 25 anos, sem barba, sem pêlos, corpo bem tonificado e harmosiosamente musculado trajava uma tanga minuscula preta e dirigiu-se sozinho até ao mar, tinha ali um corpaço e acho que tu até havias de gostar de ver, se não tivesses namorado. Eu fiquei um bocado sem respiração, pois achei que o gajo com aquele corpo e aquela sunguinha preta minuscula ficava uma coisa sexy de se ver, mas nunca o cobiçei mentalmente e muito menos tive vontade de me masturbar! Eu só imaginei era que se o gajo tivesse ao lado uma gaja boa e gostosa só de biquini fio dental ou topless e fio dental q podia ser uma namorada ou coisa do genero, até acharia mais sexy ainda! Basicamente eu admirei a beleza física e o aspecto sexy do gajo trajando apenas uma sunguinha, mas nunca me interessei e nem nunca o desejei, a unica coisa que imaginei foi ele com uma gaja boa de topless e fio dental ao lado dele!

Ou seja, o que eu quero dizer com tudo isto, sendo eu heterossexual é que eu de facto também reparo na imagem e no aspecto físico de rapazes e homens, mas não tenho qualquer desejo físico, só tenho desejo físico e interesse por raparigas!


Em relação a este post, acho que tu és um homem com muita coragem e muita personalidade e não és menos homem por te sentires físicamente atraído por homens e não por mulheres! Se esperas um post de ódio, eu digo-te que o meu comentário é de um heterossexual que admira a tua personalidade, a tua maneira de ser e que sabe aquilo que quer e o que deseja. Há muitos rapazes e homens na tua situação! Sabes aqueles reclames da Sumol que há nos placares da rua? São a tua cara, mas digo isso no bom sentido!

Um abraço

André

tiff * disse...

Quando comecei a ler o teu blog e descobri quem era o teu namorado, fiquei super feliz por vocês os dois. (:
As pessoas que falam mal, são pessoas de mente fechada que não conseguem entender que a homosexualidade é tão normal como a heterosexualidade. Não vale a pena ligares a esses comentários ranhosos e cobardes (pois os anónimos não têm 'tomates' nenhuns!).
Eu já te disse isto, mas tu foste uma das pessoas que mais gostei de conhecer. Adoro a tua boa-disposição! Animas qualquer pessoa, rapaz! (:

André disse...

Enfim, para complementar melhor o que eu estava a falar, já vi muitas mulheres referirem-se a raparigas e mulheres como "esta boazona" ou "aquela boazona", mas não significa que sejam lésbicas! Uma vez num programa de porcaria que dava na TVI, que é do brasileiro João Kléber, que era sobre testes de fidelidade, em que o rapaz/homem punha a namorada à prova e tinha um sedutor que a testava e a mulher/rapariga punha o namorado à prova e havia sedutoras boazonas e gostosonas que os testavam, e numa edição do programa, há uns cinco anos atrás, uma rapariga para ai com no máximo 20 anos, morena, linda, que estava com um vestido preto curto e um decote e era sexy e bem bonita foi ao programa para pôr o namorado à prova e ele acabou por trai-la, e digo-te que foi um grande parvo, porque a namorada era bem mais gira que a sedutora que o testou. Tanto é que quando ele foi ao estudio pra ser confrontado com as imagens do teste, uma senhora da plateia, já crescidona com os seus sessenta e tal anos dizia-lhe mesmo, qualquer coisa do tipo: "você não tinha mesmo necessidade de fazer isso, com uma mulher quente e sensual que você tem ao seu lado..." ou seja, o facto de a senhora se ter referido à rapariga como "uma mulher quente e sensual" significa que era lésbica? Q estava a "cobiçá-la"? Obviamente que NÃO! Nada disso, não tem nada a ver, não concordas?

AdamWilde disse...

@André, eu concordo contigo, só que o que eu falo ali no post é mais do que, digamos, uma análise ao corpo dos rapazes que eu via na televisão... Ainda não era uma coisa conscientemente virada para o sexo, mas inconscientemente eu tinha um desejo por aqueles corpos tão bem feitos!

AdamWilde disse...

P.S: Btw, gosto muito desses reclames: Mantém-te original.

Fernanda disse...

Parece que por enquanto os anormalecos anónimos ficaram em casa a coçar a sua própria micose. Good for them. És muito mais Homem do que qualquer um deles. Keep the faith, sobrinho. Gosto muito de ti e do teu boyfriend. Bjs

sad eyes disse...

bem, eu n sei se nasce connosco ou se é das influências que temos desde garotos.
aguardo por estudos científicos :-)

um coelho disse...

Não me lembro de ter grandes interesses por rapazes, apenas já no início da faculdade comecei a pensar nisso.
Invejo a tua coragem, tanto em casa como fora dela, e também a força do teu namorado. Não é que não esteja super-feliz com o meu, mas tu também tens motivos para o estar com o teu. :-)