12.12.10

The Monster Ball Tou, Lisbon 2010 - Part 2

10, 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1
O espectáculo começou!
Quando entrei no Pavilhão Atlântico, reparei em muita gente diferente – eram velhos e novos, gordos e magros, negros e brancos, heterossexuais e homossexuais… A diversidade que a Lady GaGa apoia!
O ambiente estava ao rubro. Ela entrou e encantou; e nós, os seus “litle monsters”, cantámos com ela e aplaudimos o seu excelente trabalho.
A dada altura pareceu-me aquilo ser uma procissão, dada a quantidade de câmaras fotográficas no ar a fazerem lembrar velas… E bem que poderia ser uma procissão, ou não fosse o slogan da noite: “my religion is you”.
Por entre as suas maravilhosas performances, a Queen ia deixando mensagens… Mensagens que já todos tínhamos ouvido proferir na televisão ou na internet.
Mas agora era diferente, ela estava na mesma sala que nós a dizê-lo para nós! Palavras para nos orgulharmos de sermos como somos, palavras para nos encorajar… Afinal, “we born this way”.
E foi com essas palavras que percebi porque é que ela conseguia mover multidões daquela maneira, ela importava-se com cada um de nós ali presentes e sabia que muitos de nós éramos aqueles a quem nos chamavam de “freaks”.
Isso deixou-me orgulhoso de ser o que sou!

3 comentários:

Anónimo disse...

tinham homossexual e heterossexual escrito na testa? :O nem posso!

AdamWilde disse...

Não tinham escrito, não é :p
Mas dava para perceber... E ninguém tentava esconder.

tiago disse...

como já dizia o outro, "oh my lady gaga!"