12.12.10

Estou triste.
Triste porque deixei que a noite de Sexta-feira ficasse envolta na irrealidade do sonho.
Triste porque sinto que não tenho feito nada da minha vida que me faça sentir como me senti naquela noite.
Triste porque sinto que vivo uma vida de mentira e as raras vezes que posso ser eu - com todos os meus defeitos e qualidades, todos os meus gostos e manias… EU! –, passam depressa demais.
Triste porque magoo as pessoas e não consigo sofrer o suficiente.
Triste porque sinto que não tenho daqueles sentimentos que o coração também sente.
Triste porque sou um parvo.

3 comentários:

Miguel disse...

Como eu te compreendo : /

Paulo, 23 anos disse...

Boas.

Posso só fazer uma pergunta? Achas possível que um homem nunca tenha qualquer tipo de orientação sexual e não goste de ninguém que não sejam os seus pais ou amigos, e goste mais dos pais do que dos amigos e morra virgem e sem nunca ter beijado ninguém na boca, mas esteja-se a ca-gar para isso? Achas possível que um homem viva uma vida normal, viaje, aproveite a vida e etc sem pensar nem em homossexualidade, nem em bissexualidade e nem em homossexualidade?

tiago disse...

Pensa que na vida tudo é transitário... faz sentir melhor!