10.6.10

E é nestas alturas que me lembro como odeio viver na puta de aldeia onde vivo!

1 comentário: