18.4.10

Sexta-Feira e Eu e Tu

E ali estávamos nós, frente a frente, escondidos. Como a tua cara estava serena, mas o teu corpo revelava-se muito inquieto. Os teus olhos lindos a olhar para mim... 
Até que o momento tinha chegado! 
Puxas-me para ti, agarras-me e envolves-me com os teus braços. (Sinto-me seguro sempre que me abraças.) Eu, copio todos os teus gestos e chego os meus lábios para junto dos teus. A magia começa!
Os nossos beijos, a nossa proximidade, os teus braços a envolverem-me e a percorrem o meu corpo... Tudo isso foi uma sensação fascinante, uma sensação inigualável, uma sensação mágica! 
(O tempo que estivemos ali fechados, ali juntinhos, foi pouco. É menor o tempo quando estou contigo, do que quando estou sem ti. O que é triste!)
Continuávamos a beijar-nos, continuávamos abraçados... Parávamos e olhávamos-nos nos olhos. Só pensava o quão sortudo eu era, por te ter. Só pensava o quão lindo e quão perfeito eras - os teus olhos, a tua boca, a tua cara! 
Continuámos juntinhos, abraçados... Nada importava, a não sermos nós! 
O tempo passava e parecia não nos cansarmos de estarmos ali fechados. O tempo parecia que tinha parado, mas acabou. 
Era hora de ir, nenhum de nós queria.  Mas se não saíssemos naquele momento, levantaríamos muitas suspeitas... Então teve de ser. 
O nosso encontro tinha terminado. A nostalgia tinha então o caminho livre para avançar! 

3 comentários:

André disse...

Esse post faz-me pensar no momento em q eu estava com o meu claudio numa cabine de vestuário, agarrados e aos beijos.

Desejo-vos as melhores felicidades

Pinkie Bat disse...

tão fofinho! oh pah, derretes-me o coração com estes posts assim tão queridos! xD

adoro-vos, pah! kissu

Edu disse...

Quem se derreto sou eu... É incrível como 45 min, pareceram 3!
Adorei... Adoro-te!
BEIJOOOSSS AMO-TE!