7.2.10

Do blog Sapatilhando

Como é a mesma opinião que tantos usam para nos atacar, resolvi colocar aqui:



"Se na Biblia Diz: Crescem e mutiplicam,no relacionamento entre 2 mulheres não tem como um ser nascer dali qual resposta vc mim daria ?"



Olha, na Bíblia também diz que se eu for homem, eu posso vender a minha mulher ou a minha filha.


Na Bíblia diz que mulheres de terras inimigas à minha podem ser estupradas.


Na Bíblia diz que é proibido plantar sementes diferentes uma do lado da outra.


Honestamente, a Bíblia é um livro de metáforas (ou seja, NUNCA é para ser interpretado literalmente) e ele também pertence a um tempo e culturas completamente diferentes das que temos hoje em dia.


Sei que nós humanos gostamos de pensar que talvez exista um livro no qual se a gente fizer tudo que está ali, então estamos fazendo a coisa certa. Mas a Bíblia não é esse livro. E até poderia ser, se a gente tirasse dela apenas a sua mensagem central: a de amar o próximo como a si mesmo.


Como a sua pergunta tem tudo a ver com a visão do Papa Bento XVI, ou seja, tentar apontar a homossexualidade como pecado através da visão naturalista (que diz que apenas seres do sexo oposto podem procriar e, logo, só esse tipo de relacionamento é correto), deixa eu te dizer o que EU acho sobre isso:


Primeiro: a Natureza não está só preocupada com a procriação das espécies. Ela está preocupada com a SOBREVIVÊNCIA das espécies.


Para isso, nem todos os seres podem (ou devem) procriar, uma vez que toda espécie necessita também dos CUIDADORES. O que já por si só explicaria tantos nascerem homossexuais, ou seja, interessados por pessoas do mesmo sexo.


Segundo: Você sabia que uma corrente de pesquisadores Darwinistas (que estudam a evolução das espécies) descobriu que as mães que geram filhos homens homossexuais geram também filhas muito mais férteis do que o normal?


O que é isso?


É a natureza "compensando". É a natureza assinando embaixo que os homossexuais estão sim no seu plano, são sim criação 'dela'.


E isso sem falar que, honestamente, sempre existiram e sempre existirão milhares de crianças aí precisando de pai e mãe: e lhe digo de coração que elas seriam extremamente abençoadas e felizes se fossem adotadas por casais homossexuais.


E mais: a mulher lésbica continua sendo apta a gerar. E o homem gay continua sendo apto a fecundar. A orientação sexual não é um impedimento para não se "crescer e multiplicar"
 Isto veio do formspring da dona do blog das Sapatilhas... Que fica AQUI!

Achei interessante o que aquela senhora diz e decidi partilhar :)

1 comentário:

Esme disse...

é interessante mesmo