26.1.10

Em quase todos os livros de fantasia é referido que temos dois nomes: o nome que nos dão e o nome que, por assim dizer, nasce connosco. E quem souber o nosso nome verdadeiro poderá controlar - nos.
Então não é que isso é quase tudo verdade?!?
Se repararmos bem, nós não conhecemos minimamente bem a pessoa que todos os dias está ao nosso lado, não sabemos, portanto, o seu nome verdadeiro.
É estranho pensar que conhecemos uma pessoa e no final de contas não a conhecíamos de todo...